Destaque

PRESENTE DE DEUS!

mensagens-dia-maes

Gratidão por seu olhar sempre me dizer que vale a pena.

Gratidão por segurar na minha mão e humanamente me direcionar pelo melhor caminho.

Gratidão pelos seus pequenos gestos, que colocaram em meu coração a certeza que ser Mãe é: Não estar sozinha.

Gratidão a Deus por me presentear você e a maior riqueza no mundo, a maternidade.

FELIZ DIA DAS MÃES.

 

Anúncios

ENERGIA VITAL

76932469-abstract-golden-light-shiny

Energia Vital!

                                                

Deitada numa grama verdinha, a primeira visão que tenho é a do Alto. De lá vem uma luz que ilumina, transforma e direciona. Se aqui continuar deitada, nada acontece, por isso preciso de uma ação, a de levantar e caminhar na longa estrada chamada vida. Abraço com toda força esse presente que vem do Alto e sigo em frente.

Não tenho a real ideia do que vai acontecer, não sei se vou dar conta, o desânimo pode me afrontar, me enfraquecer. Então paro, respiro e me recomponho na força daquela luz que emana energia. Preciso deixar a mesma agir em mim, pois é através dela que venço um dia após o outro, o meu ir, o meu agir, o acontecer, o viver.

Quando deixo a luz tomar conta de verdade do meu coração, vai verdadeiramente preencher a minha alma, vai me transformar. Independentemente do que vou encontrar logo ali na frente não é com fantasias e ilusões que vou enfrentar, e sim com a força que habita em mim.

De repente, uma nuvem cobre a luz que me fortalece. Sinto-me inquieta, frágil, enganada. A escuridão ofuscou a minha visão. O que de bom pode vir para eu não parar, para não deitar novamente, e não mais me levantar? Não posso acreditar nessa máscara que falsamente envolveu a luz, porque a essência está em mim. Essa passageira escuridão não vai me confundir, pois estou blindada, e preciso continuar na missão.

A missão acontece todos os dias, cada vez que tenho novamente a gratidão de abrir os olhos, enxergar o Alto, esteja brilhando ou ofuscado com alguma nuvem. A luz já está em mim, então levanto e vou ao encontro do que vim fazer, viver plenamente.

DO CORAÇÃO PARTIDO.

download

Sentada  na escada da varanda da sua casa, recebendo a luz do sol que vinha do Alto trazendo a brisa da manhã, chegava a vida. Ela trajava uma camisola de seda cor de sangue, cor do amor, vermelho paixão. A seda esparramada cobria o chão, e ela pensava de onde vinha a cor do sangue? De quem foi a ideia de tingir o tecido dessa cor? De alguém apaixonado?

Assombrada com seus pensamentos voltou seu olhar para uma roseira, rosas vermelhas, aveludadas, vibrantes. Envolvida por seus pensamentos aproximou-se da roseira, pois uma única rosa  lhe chamou a atenção e quando foi tocá-la, um espinho espetou seu dedo, uma gota de sangue caiu sobre o tecido de seda se misturando com a cor vermelha da sua camisola.

_ Foi ele. _ Foi o coração partido.

Disse baixinho para si mesma. Ela voltou e subiu sem pressa a escada, sentou-se novamente por ali, deixando a roseira para trás. Sussurrou baixinho, sugando o sangue que escorria pelo seu dedo:

_ Essa rosa é sensível, mas sabe se defender.

Confusa com seus pensamentos, parecia querer descobrir tantas coisas no seu “eu não sei”. E seu marido a observava de longe, seu olhar estava fixado naquele tecido de seda vermelha que envolvia o corpo da sua amada. Aproximando-se dela, envolveu os braços na sua cintura, e em sua mão estava segurando a rosa sem espinhos para lhe oferecer. Ela também estava sensível naquela manhã, mas tinha ele para amar.

E o dedo machucado pelo espinho? Ela não teve tempo para pensar nisso.

 

 

PLANETA AZUL

images

A CURA DO PLANETA ARRET.

O planeta Arret ficava no centro do Universo, era o coração daquele lugar. Ele era muito amigo do nosso planeta Terra. Tudo no planeta Arret era azul: as flores, os animais, as árvores, os rios, os mares, e o seu formato completava a beleza. De longe já se avistava aquele coração azul no centro do Universo.

O planeta Arret era muito generoso, tudo que faltava nos outros planetas vizinhos, Arret era o primeiro a enviar sem medir esforços. Certa vez, nosso planeta Terra ficou totalmente sem água, por causa dos habitantes que danificaram os rios, e suas nascentes. Por ter água em abundância, e com a ganância desmedida de ganhar muito dinheiro, achavam que podiam usufluir da mesma sem medidas, nem cautela. Rapidinho Arret enviou para o nossso planeta Terra uma quantidade imensurável de água azul. A vida na Terra voltou ao normal.

De tão generoso que era, o planeta Arret acabou adoecendo por falta de recursos naturais, que dividia com os seus vizinhos. O desespero foi geral no Universo, todos os planetas fizeram reuniões e incansáveis reuniões, sem chegar em nenhum resultado. 

O nosso planeta Terra, por ser muito amigo do planeta Arret ficou triste, e começou a chorar. Os outros planetas visualizando a cena, choraram, também. E de repente, a mágica aconteceu. As lágrimas que caíam de todos os planetas fizeram o planeta Arret ficar curado, e recuperar todos os seus recursos naturais.

Precisamos sempre uns dos outros. Sejam planetas, ou pessoas. 

NÓ E LAÇO!

images (1)

Eu poderia ter escolhido um caminho mais fácil.

Eu simplesmente queria um amor.

Que segurasse minha mão.

Que me apertasse entre seus braços.

E tudo terminasse em um forte laço.

 

Talvez eu deveria deixar você ir.

Eu vou entender se você me deixar ir.

Ontem tudo estava bem.

Hoje algo levou sua memória embora.

Poderíamos voltar quando o encontrei.

Quando você parecia mais feliz.

 

Eu ainda estou aqui, e você nem se importa.

Percorro todo o caminho sozinha.

Se você não quer amor fique com a dor.

Quando eu estiver longe nem lembrarei

Que um dia me machucou

E na alma um nó você entrelaçou!

 

 

 

 

 

 

 

A FARRA DO AMOR

download

AMOR DE CARNAVAL!

Carlão, o grande fanfarrão era considerado o gênio da esperteza. Dia após dia desfilava entre as mulheres com a sua beleza, hipnotizando cada uma delas. Qualidades! Ele esbanjava, pois não havia mulher no mundo que o resistia, ainda mais quando chegava a festa tão esperada do ano, a farra de vários dias, uma mulher ou várias para cada dia. Muito vaidoso e arrogante, os seus amigos gostavam dele, mas se afastavam quando estavam acompanhados, por achar que ele era capaz de conquistar as suas amadas. Um belo dia de carnaval Carlão chegou, chegando com sua musculatura definida de academia, sua pele morena bronze, seus olhos verdes, e logo trombou com uma morena daquelas de parar o trânsito, a folia, o que tivesse acontecendo. Ele ficou sem reação, paralisado, sem sair uma única cantada de sua boca, e perdeu a morena de vista.

_ Mas, o que aconteceu com você? Perguntou seu amigo, Zeca

_ Vou atrás daquela Deusa.

_ Ah! Meu amigo, essa você não consegue. O namorado dela é um valentão, vai partir você em dois.

_ Parte você no meio, porque é um palerma. Primeiro vou fazer amizade, ganhar a confiança, e depois você já sabe o que acontece.

Carlão só não desconfiou de um amigo do namorado valentão que escutava tudo, e rapidinho contou ao mesmo. O que exatamente aconteceu não sei dizer, Carlão estava coberto de sangue, e todo dolorido. Acho que ele ganhou foi uma lição, e não um amor. Até porque quem muito quer nada tem.

 

https://sweek.com/s/BwYAAAtsCAAFBQ4OBwYHDWYCCA==/lilianortegacastro/A-Farra-do-amor

ABRA A OUTRA PORTA

083958porta_abertafelicidade_opt

Ao abrir a porta seus olhos estão em lágrimas, seu peito apertado, dilacerado pela dor da perda de vidas. Não sei se existe conforto uma hora dessas. Vou pegar na sua mão, e a conduzir para uma outra realidade, sempre terá outra porta para você abrir.  Mesmo nesse momento difícil, olhe para o Alto, e encontre o sol brilhando. Lá de cima virá um novo sorriso, uma nova promessa, um novo jardim com flores perfumadas, borboletas coloridas, sinal de muito amor na vida, e oferece sempre várias portas.

Várias portas.

Outra realidade.

Você se depara com uma porta que lhe causa tristeza, e pode mudar essa visão. Uma outra porta lhe espera com uma visão bem diferente.

Com tanta dor, você fica imaginando a pessoa que se foi atravessando uma porta sombria de ferro, que vai trancá-la para sempre, a morte. O que há por trás dessa porta tão assustadora? Não tente desvendar o que não lhe pertence. Dê o primeiro passo para abrir a outra porta, aquela que o amor mostrou enquanto a pessoa contigo permaneceu, o tempo que com você viveu, sendo o raio de sol que clareava as manhãs  da sua existência.

Deixe os raios de sol continuar inundando sua vida todas as manhãs, abra a outra porta sem medo de ser feliz. Todos vão passar pela porta sombria, mas enquanto não for a sua vez, as lembranças permanecerão vivas em você. A imortalidade de quem atravessa a porta sombria, está no bem e no amor que espalhou no jardim, abra a outra porta pra você ver.

 

TRECHO DO LIVRO VÓ MARIA “Mãe com açúcar”

49907568_111872586584936_3761316043744660404_n

liliandecastroferreira

Este é um trecho do livro Vó Maria “Mãe com açúcar” disponível na plataforma digital Amazon, no formato e-book.
O AMOR E O EQUILÍBRIO!
Neste capítulo, você compreende que em toda família, tem sempre uma pessoa que é a base, o sustentáculo da mesma. Através dela a união da família se fortalece, em festas, almoços, jantares, etc…. E esse Ser abençoado deixa uma lição de vida essencial para manter a família unida. Se você tem alguém assim em sua família, tenha Gratidão! E preste muita atenção nas palavras, nas ações, e aproveite enquanto ela estiver do seu lado. Aprenda com a mesma, porque um dia ela se vai, e não tem como evitar. A minha Vó Maria foi este Ser abençoado, iluminado. Tenho saudades!

LEMBRANÇAS!

 

foto

Sentada no banco da praça na minha cidade natal, o tempo passa sem pressa para que eu possa enxergar novos horizontes num viajar incessante. Pensamentos atravessam o mundo, e ainda estou aqui, sob o sol escaldante, procurando nem que seja por um instante a sombra de uma árvore. Por que procurar novos horizontes? Por que não ficar por aqui? Difícil responder tantas indagações, se tenho dentro de mim a vontade de descobrir o que a mente alcança, e a visão curiosa que é, não deixa minha alma na calma.

Minha cidade natal é bela, um povo carinhoso igual a todos os mineiros. Sair caminhando pelo mundo, e carregar tudo que aqui vejo nos ombros será impossível, mas nada impede de ter no coração o caminho que me leva de volta a minha região, pois amor verdadeiro permanece entre a mente e o antigo Arraial Santana do Sapucaí, conhecida como Silvianópolis quando nasci.

Uns e outros podem até falar: _ “amor verdadeiro, e você quer ir embora daqui?”. O mundo é grande demais para permanecer somente por aqui. Minha cidade natal, e eu temos uma história, o que compartilhamos nos anos que aqui permaneci, nunca mais sairá da minha memória.  Amor verdadeiro é o respeito que tenho por esse lugar, o jeito que explico como aqui chegar, pois percorro este caminho a algum tempo.

Falando em tempo, ele passou, e dei calma a minha alma, saindo pelo mundo afora, conheci alguns lugares que viviam na minha mente viajante, mas não esqueci nem um instante do Lago do Bandeirantes, do alto do morro, das montanhas verdejantes, das ruas de paralelepípedos que sobem, descem, e fortalecem as pernas melhor que qualquer exercício realizado constante.

Também casei! E apresentei a família que formei, as lembranças, as músicas, as festas, a fé, a coragem, o começo, a vida que guardo entre a mente e o coração, o paraíso que volta sempre na memória, onde vou buscar algumas histórias, criar outras, e apresentar ao mundo as Minas Gerais, onde está localizada a singela, a bela cidade natal, a princesinha Silvianópolis, pra mim já é rainha de um povo nobre, hospitaleiro, chamado mineiro.

**** Uma singela homenagem a minha cidade natal!